Portal Gospel Play - O canal de conteúdos do cristão online!

A atitude de um pastor durante o culto, assume o “Evangelho na prática”

Pastor pede para igreja entregar oferta à uma mulher necessitada que visitava a igreja

Marinalva foi abraçada por membros da igreja que fizeram a oferta. (Foto: Igreja Adventista do Sétimo Dia)

A atitude do pastor Rafael Santos, durante um culto na Igreja Adventista do Sétimo Dia, tem comovido as redes sociais. No fim de sua pregação, ele incentivou os membros da igreja a ofertarem para uma mulher que estava prestes a passar fome em sua casa.

Marinalva, uma mãe solteira de três filhos, participou da Semana de Oração Universitária, realizada na igreja do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP) e entregou sua vida a Jesus. O pastor Rafael conheceu a situação precária de sua família e ficou comovido.

“A comida que essa mulher tem em casa não vai dar para uma semana. Eu vi a geladeira dela. O aluguel dessa mulher está atrasado. Essa mulher está desempregada. Aí eu te pergunto: nós vamos terminar esse sermão, vamos embora, e essa mulher vai passar fome com os três filhos?”, questionou aos fiéis.

O pastor, que atua nas igrejas do Nordeste, afirmou que iria ajudar Marinalva e convidou os membros da igreja a fazerem o mesmo. O culto aconteceu no dia 21 de setembro de 2018, mas voltou a ser compartilhado nas redes sociais.

“Não tem esse negócio de ‘quem sabe um dia’. Nós vamos ajudar aqui e agora. Pode ser com um centavo, um real, dez reais, mas essa mulher vai levar alimento para a casa dela”, disse Rafael à congregação.

No mesmo instante, os membros da igreja foram até o altar para depositar sua oferta. Muitos foram ao encontro de Marinalva para abraçá-la. O pastor classificou a atitude como “Evangelho na prática”.

 

 

“Temos que parar com esse negócio de falar e não fazer nada. Que Evangelho é esse que não ajuda uma mulher? Duas mil pessoas não conseguem ajudar uma mulher? Se não ajudar, então fecha tudo”, comentou. “Se uma mulher dessa passa fome, Deus sente fome. A Bíblia diz que quando ajudamos um desses pequeninos, estamos ajudando a Deus”.

Marinalva não faz parte da Igreja Adventista, mas a ajuda que recebeu foi além da placa denominacional. “Essa é a maior prova que religião não salva ninguém. Você é filha de Deus. E hoje chegou seu dia. Deus te ama e cuida de você”, disse o pastor a ela.

Fonte

Portal Gospel Play, com informações de Guiame
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

A atitude de um pastor durante o culto, assume o “Evangelho na prática”

Portal Gospel Play, com informações de Guiame

A atitude do pastor Rafael Santos, durante um culto na Igreja Adventista do Sétimo Dia, tem comovido as redes sociais. No fim de sua pregação, ele incentivou os membros da igreja a ofertarem para uma mulher que estava prestes a passar fome em sua casa.

Marinalva, uma mãe solteira de três filhos, participou da Semana de Oração Universitária, realizada na igreja do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP) e entregou sua vida a Jesus. O pastor Rafael conheceu a situação precária de sua família e ficou comovido.

“A comida que essa mulher tem em casa não vai dar para uma semana. Eu vi a geladeira dela. O aluguel dessa mulher está atrasado. Essa mulher está desempregada. Aí eu te pergunto: nós vamos terminar esse sermão, vamos embora, e essa mulher vai passar fome com os três filhos?”, questionou aos fiéis.

O pastor, que atua nas igrejas do Nordeste, afirmou que iria ajudar Marinalva e convidou os membros da igreja a fazerem o mesmo. O culto aconteceu no dia 21 de setembro de 2018, mas voltou a ser compartilhado nas redes sociais.

“Não tem esse negócio de ‘quem sabe um dia’. Nós vamos ajudar aqui e agora. Pode ser com um centavo, um real, dez reais, mas essa mulher vai levar alimento para a casa dela”, disse Rafael à congregação.

No mesmo instante, os membros da igreja foram até o altar para depositar sua oferta. Muitos foram ao encontro de Marinalva para abraçá-la. O pastor classificou a atitude como “Evangelho na prática”.

 

 

“Temos que parar com esse negócio de falar e não fazer nada. Que Evangelho é esse que não ajuda uma mulher? Duas mil pessoas não conseguem ajudar uma mulher? Se não ajudar, então fecha tudo”, comentou. “Se uma mulher dessa passa fome, Deus sente fome. A Bíblia diz que quando ajudamos um desses pequeninos, estamos ajudando a Deus”.

Marinalva não faz parte da Igreja Adventista, mas a ajuda que recebeu foi além da placa denominacional. “Essa é a maior prova que religião não salva ninguém. Você é filha de Deus. E hoje chegou seu dia. Deus te ama e cuida de você”, disse o pastor a ela.