Portal Gospel Play - O canal de conteúdos do cristão online!

"Quero ser lembrado como um homem de Deus", declara o herói Lucas Moura

O grande nome da Champions League no momento, atribui a sua recém conquista a Deus

Lucas Moura, jogador do Tottenham (Adrian Dennis/ AFP)

Nesta terça-feira, 8 de maio, na segunda partida das semifinais da Liga dos Campeões de 2019, o jogador Lucas Moura fez um “hat-trick” (três gols em uma partida) contra o Ajax Amsterdam, até a volta do intervalo, o time inglês estava perdendo de 2 a 0 (3 a 0 somando com a derrota no jogo em casa na semana passada) e precisava marcar três gols, e ele fez.

O jogador brasileiro se tornou o herói quando marcou o gol decisivo no minuto 96, praticamente, no acréscimo dos acréscimos. O Tottenham Hotspue disputará sua primeira final da Liga dos Campeões no dia 1º de junho.

Logo após a vitória, Lucas Moura publicou um post no Instagram com o verso da Bíblia: “Pois para Deus nada será impossível. Lucas 1:37

  

 
 
Visualizar esta foto no Instagram.

“For with God nothing shall be impossible.” Luke 1:37

Uma publicação compartilhada por Lucas Moura (@lucasmoura7) em

 

Lucas Moura é muito aberto sobre sua fé cristã. Ele diz que suas habilidades no futebol são “um talento que Deus me deu”. 

“Não só acredito que é um grande presente de Deus e acredito que se ele me deu esse talento é porque ele quer me usar nesse ambiente, no meio do futebol, ele quer cumprir alguns propósitos dele através do futebol”, disse ele em entrevista ao site xtheline.co.uk.

Suas atuações como estrela do futebol são importantes, mas não são as mais importantes. “Sem dúvida, todo jogador quer ser lembrado por tudo que fez no campo, pelas performances, pelos títulos, eu também quero isso. No entanto, eu também quero ser lembrado principalmente pelo meu exemplo como pessoa, quero ser lembrado como um homem de Deus, uma pessoa com boa atitude, eu acredito que é o que mais importa, o personagem, o bom exemplo de uma pessoa que ajuda as pessoas a encontrar Deus. Eu quero ser lembrado por isso”.

Moura tornou-se um seguidor de Jesus Cristo quando jogou na França com o Paris Saint Germain (2013-2018). “Minha família inteira é praticamente católica e eu também fui até em 2013 no Brasil, onde também me considerava católico, mas não praticava, não participava de missa, não fazia nada que me tornasse diferente de verdade, nada”.

Mas “depois que eu cheguei na França, conheci pessoas que vieram trabalhar comigo e de uma maneira muito simples e muito sábia, elas estavam me mostrando a Palavra de Deus, a Bíblia, mostrando-me mais sobre Jesus”, disse ele à Cross The Line., um ministério focado em esportes e fé.

“Coincidindo com isso na época, comecei a ter dificuldades, sentia falta de casa, sentia falta do Brasil e isso me fez pensar muito. Comecei a me interessar pelo que essas pessoas estavam dizendo para mim e então comecei a ler a Bíblia e comecei a entender o amor de Deus por mim. A partir daí, foi muito rápido e comecei a entender a mensagem e me apaixonei por ler a Bíblia e me apaixonei pelo evangelho de Cristo”.

Fonte

Portal Gospel Play, com informações de Folha Gospel via Evangelical Focus
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

"Quero ser lembrado como um homem de Deus", declara o herói Lucas Moura

Portal Gospel Play, com informações de Folha Gospel via Evangelical Focus

Nesta terça-feira, 8 de maio, na segunda partida das semifinais da Liga dos Campeões de 2019, o jogador Lucas Moura fez um “hat-trick” (três gols em uma partida) contra o Ajax Amsterdam, até a volta do intervalo, o time inglês estava perdendo de 2 a 0 (3 a 0 somando com a derrota no jogo em casa na semana passada) e precisava marcar três gols, e ele fez.

O jogador brasileiro se tornou o herói quando marcou o gol decisivo no minuto 96, praticamente, no acréscimo dos acréscimos. O Tottenham Hotspue disputará sua primeira final da Liga dos Campeões no dia 1º de junho.

Logo após a vitória, Lucas Moura publicou um post no Instagram com o verso da Bíblia: “Pois para Deus nada será impossível. Lucas 1:37

  

 
 
Visualizar esta foto no Instagram.

“For with God nothing shall be impossible.” Luke 1:37

Uma publicação compartilhada por Lucas Moura (@lucasmoura7) em

 

Lucas Moura é muito aberto sobre sua fé cristã. Ele diz que suas habilidades no futebol são “um talento que Deus me deu”. 

“Não só acredito que é um grande presente de Deus e acredito que se ele me deu esse talento é porque ele quer me usar nesse ambiente, no meio do futebol, ele quer cumprir alguns propósitos dele através do futebol”, disse ele em entrevista ao site xtheline.co.uk.

Suas atuações como estrela do futebol são importantes, mas não são as mais importantes. “Sem dúvida, todo jogador quer ser lembrado por tudo que fez no campo, pelas performances, pelos títulos, eu também quero isso. No entanto, eu também quero ser lembrado principalmente pelo meu exemplo como pessoa, quero ser lembrado como um homem de Deus, uma pessoa com boa atitude, eu acredito que é o que mais importa, o personagem, o bom exemplo de uma pessoa que ajuda as pessoas a encontrar Deus. Eu quero ser lembrado por isso”.

Moura tornou-se um seguidor de Jesus Cristo quando jogou na França com o Paris Saint Germain (2013-2018). “Minha família inteira é praticamente católica e eu também fui até em 2013 no Brasil, onde também me considerava católico, mas não praticava, não participava de missa, não fazia nada que me tornasse diferente de verdade, nada”.

Mas “depois que eu cheguei na França, conheci pessoas que vieram trabalhar comigo e de uma maneira muito simples e muito sábia, elas estavam me mostrando a Palavra de Deus, a Bíblia, mostrando-me mais sobre Jesus”, disse ele à Cross The Line., um ministério focado em esportes e fé.

“Coincidindo com isso na época, comecei a ter dificuldades, sentia falta de casa, sentia falta do Brasil e isso me fez pensar muito. Comecei a me interessar pelo que essas pessoas estavam dizendo para mim e então comecei a ler a Bíblia e comecei a entender o amor de Deus por mim. A partir daí, foi muito rápido e comecei a entender a mensagem e me apaixonei por ler a Bíblia e me apaixonei pelo evangelho de Cristo”.